Blefaroplastia - Cirurgia Plástica

Uma das primeiras áreas da face a exibir os sinais da idade é a área ao redor dos olhos. Excesso de pele e bolsas nas pálpebras provoca um aspecto cansado, envelhecido e podem comprometer o campo visual. Essas alterações podem ser corrigidas através da cirurgia dos olhos indicada para esse caso, que é a cirurgia palpebral, também conhecida como blefaroplastia.

A blefaroplastia geralmente é realizada sob anestesia local e sedação.

Na pálpebra superior, o cirurgião primeiro irá marcar a quantidade de pele a ser removida ao longo do sulco natural da pálpebra, de maneira a deixar a cicatriz o menos visível possível. A incisão é realizada e o excesso de pele, gordura e músculo é removido, e finas suturas são realizadas para fechar a incisão.

Na pálpebra inferior, a incisão é localizada, próxima e ao longo da linha dos cílios. Pele, músculo e gordura são excisados antes do fechamento com suturas. Bolsas na pálpebra inferior causadas por bolsas de gordura, sem excesso de pele e músculo, podem ser corrigidas através da blefaroplastia transconjuntival. Neste caso, a incisão é feita na parte de dentro da pálpebra (na conjuntiva e não na pele), o excesso de gordura é retirado e não é necessário suturas.

Após a cirurgia blefaroplastia, é esperado um certo grau de inchaço e hematoma nas pálpebras, é indicado o uso de compressa gelada e elevação da cabeceira da cama para ajudar a minimizar estes sinais. As suturas geralmente são removidas entre cinco e sete dias após a cirurgia.

Se você está pensando como a blefaroplastia poderia ajudar a melhorar a sua aparência, você precisa saber como a cirurgia palpebral é realizada e o que esperar deste procedimento.

Agende uma visita, faça uma avaliação e esclareça as suas dúvidas.


 

Blefaroplastia - Cirurgia Plástica